Skip links

O exemplo de Tarapoto, uma cidade sustentável!

O Município Provincial de San Martin, tem como objetivo um enfoque no Desenvolvimento Ambiental e Urbanismo Sustentável,  por isso, na busca de alternativas ao problema ambiental e na sua pretensão de organizar a cidade para elevar a qualidade de vida de seus habitantes, consideramos a sustentabilidade um paradigma viável, uma vez que a sustentabilidade fornece uma nova visão, porque é um conceito que pretendemos combinar de uma maneira que haja a proteção dos ecossistemas, a participação social e o desenvolvimento econômico equitativo.

 

Temos como objetivo principal gerar um ambiente urbano que não ameace o meio ambiente, não apenas em termos de formas e eficiência energética e hídrica, mas também devido à sua funcionalidade, como um local melhor para se viver, articulando a Sustentabilidade ambiental Sustentabilidade Econômica e a Sustentabilidade social:

 

Em nossa instituição, formamos uma excelente equipe de profissionais, com quem venho desenvolvendo ferramentas de gestão que permita uma cidade organizada e moderna que merecemos, atualmente estamos trabalhando no Plano de Condicionamento Territorial e no Plano de Desenvolvimento Urbano.

 

Como arquiteto, tenho uma visão de desenvolvimento urbano organizado, moderno e seguro, com ferramentas de gestão que permitem que o investimento privado se concentre em nossa cidade, fornecendo as garantias necessárias para gerar crescimento em nossa província, além disso, buscando crescer em nossos índices de competitividade , gerando impacto positivo no meio econômico e social de nossos cidadãos; todo esse desenvolvimento deve ser acompanhado pela proteção do meio ambiente, por isso criei o Departamento de Recursos Naturais e Gestão Ambiental e também promovi a Unidade de Gestão de Resíduos Sólidos. Comprometidos com as boas práticas ambientais e com o objetivo de mitigar os efeitos do aquecimento global, participamos como município da Primeira Capacitação chamada: “Identificação de Perigos Climáticos e Avaliação de Vulnerabilidades”Fórum Cidades para a Vida, realizada em agosto, na segunda-feira (12) e terça-feira (13) na cidade de Tarapoto, departamento de San Martin, com a presença de especialistas de muitas cidades do Perú, que assinaram o  Pacto Global de Prefeitos pelo o  Clima e a  Energia  no Perú, América Latina e o  Caribe, somos muito gratos à organização pela capacitação de nossos funcionários e, no fórum, pudemos trabalhar a avaliação da probabilidade de ocorrência de perigos, identificando os perigos climáticos registrados no departamento de San Martín, com os seguintes resultados:

  1. Incêndios Florestais nas Zonas Urbanas

Atualmente, houve vários incêndios florestais ocorridos dentro das áreas urbanas da cidade de Tarapoto, La Banda de Shilcayo e Morales, causadas principalmente por atividades antrópicas e outras devido ao excesso de altas temperaturas registradas na província de San Martin, nesse sentido, o município provincial de San Martín programou realizar ações como; i) Sensibilização e disseminação para a população em geral para prevenção de incêndios florestais, ii) Inspeções oculares com a participação de instituições ambientais, iii) Sanções por delitos ambientais.

 

2. Programa de Educação, Cultura e Cidadania Ambiental

A Educação Ambiental é um fator muito importante da nossa sociedade e é por isso que está sendo realizado o Programa de Educação, Cultura e Cidadania Ambiental de maneira articulada com as diferentes instituições de Educação, Institutos, Universidades, Coletivos Ambientais e a Sociedade Civil.

É por isso que nesse ano, o Município Provincial de San Martin está trabalhando neste programa focado em três linhas de ação:

  • Educação ambiental; orientada para a construção de culturas e modos de vida sustentáveis e pode ocorrer no âmbito formal ou na comunidade, por meio do treinamento de Promotores Ambientais Escolares e da concepção e implementação de espaços públicos que possam educar sobre o meio ambiente.
  • Cultura e comunicação ambiental; busca promover valores para melhorar a qualidade de vida, bem como implantar estratégias de comunicação, por meio do desenho e implementação de campanhas de informação.

Educação Ambiental desde o nível básico, fundamental e médio.

3. Cidadania e participação ambiental; busca estimular e facilitar a intervenção ativa e responsável da cidadania por meio da formação Promotores Ambientais Juvenis e a formação de Promotores Ambientais Comunitários, os mesmos que permitirão estabelecer a base para a conservação ambiental, de maneira a apoiar e garantir o uso sustentável, responsável, racional e ético dos recursos naturais e do meio ambiente que os sustenta para contribuir com o desenvolvimento integral, social, econômico e cultural dos seres humanos, em permanente harmonia com o meio ambiente.

4. Recuperação de Fontes de Água por meio do Reflorestamento e a Manutenção de Áreas Verdes.

 

A fim de manter um equilíbrio ecológico e a conservação da biodiversidade, o Município Provincial de San Martin vem realizando a recuperação das Fontes de Água da cidade de Tarapoto, como a Achual, Fondero, Sachapuquio, contribuindo assim para a mitigação e a adaptação às mudanças climáticas.

Este trabalho está sendo realizado de maneira constante, sustentável e articulada com as Instituições de Ensino, Institutos, Universidades, Grupos ambientais e a Sociedade Civil.

Este processo de recuperação vem sensibilizando a população que vive nos arredores destes Recursos Hídricos e que por sua vez, são patrimônio ambiental da cidade de Tarapoto. Além disso, está sendo realizado, de maneira contínua, rotinas de limpezas de ervas daninhas e a coleta de resíduos sólidos.

 

O reflorestamento foi realizado com espécies florestais nativas. Essa atividade ambiental contribui para a conservação de nossos principais Recursos Naturais, dentre eles os mais relevantes, como as nascentes e as fontes de água de nosso distrito (Achual, Fondero, Sachapuquio), envolvendo, da mesma forma, a população para atuar de maneira comprometida com o cuidado de nosso ambiente.

 

Também são realizadas atividades de reflorestamento e recuperação em áreas degradadas e  em áreas marginais dos principais rios da cidade de Tarapoto por meio de  espécies florestais que evitam a erosão do solo, tais como: Yacushimbillo, Bambú e Capirona, o qual contribuem para a conservação das faixas marginais e evita a erosão do solo, resultante do aumento do nível dos rios na estação chuvosa.

 

Com o objetivo de reduzir nossos resíduos e aproveitá-los, as instituições educativas também estão realizando o Processo de Elaboração de Compostagem pelo o Método Takakura. Procuramos ensinar aos mais pequenos a se encarregarem de seus resíduos sólidos da maneira correta.

 

 

Continuamos com o serviço de coleta seletiva de resíduos sólidos orgânicos, recicláveis e inutilizáveis no setor Achual. Antes da ação, foi informada em cada casa da população sobre como separar os resíduos, o horário e o uso dos veículos de coleta.

 

 

Temos realizado ações para mitigar o despejo de resíduos sólidos em nossos rios e córregos, buscando reduzir o impacto negativo no meio ambiente. Por esse motivo, realizamos a atividade denominada “Hazla por tu Rio Shilcayo”, com a colaboração dos estudantes das instituições de ensino Ofelia Velásquez, Juanita del Carmen, os estudantes da  Universidade César VallejoUniversidade Alas Peruanas e a  Autoridade Administrativa de Água Huallaga, liderando este ato os trabalhadores da MPSM.

 

Municipalidade de Tarapoto.

 

Return to top of page