Skip links

Delegação de Tarapacá visita Astúrias para trocar boas práticas e aprimorar seu território

  • Uma delegação regional de Tarapacá, chefiada pelo prefeito Miguel Ángel Quezada, visita a região das Astúrias, na Espanha, com a qual compartilha um passado industrial e de mineração, para aprender mais sobre sua energia renovável, tecnologia industrial e projetos de gestão de recursos sólidos e outras iniciativas que visam o intercâmbio de melhores práticas e a obtenção de territórios mais sustentáveis.

Uma delegação regional de Tarapacá, formada por 11 pessoas e chefiada pelo prefeito Miguel Ángel Quezada, visita esta semana a região das Astúrias, no norte da Espanha, como parte do Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC) da União Europeia, cujo objetivo é apoiar cidades e regiões para compartilhar soluções sobre desenvolvimento urbano sustentável.

O intercâmbio de cinco dias de duração (de 1 a 5 de abril) tem como objetivo que a delegação chilena conheça em primeira mão as melhores práticas das Astúrias e será desenvolvido através de visitas a instituições asturianas e empresas de referência da região especializadas em energias renováveis, na integração de processos produtivos 4.0 na indústria e transformação digital, na criação de materiais mais sustentáveis e em inovação biossanitária, bem como em incubadoras e consórcios de empresas para a gestão renovável de recursos sólidos, além de visita ao principal porto do Arco Atlântico e líder no movimento de granéis sólidos na Espanha.

A delegação chilena foi composta por, além do prefeito Quezada, Luz Ebensperger Orrego, senadora da República de Tarapacá; César Villanueva, Diretor Regional da Corfo, Vladimir Sciaraffia, Presidente do Conselho de Administração da Zofri; Rubén Berríos, Presidente do Conselho Regional; Conselheiros Regionais Alberto Martínez e José Miguel Carvajal; a Secretária Regional de Energia (SEREMI), Ximena Cancino; Daniela Solari, Chefe de Divisão e Planeamento do Governo Regional; Tsuong Tsai, empresário da Zona Franca Iquique; e Lorena Lagos, Chefe de Comunicações do Governo Regional de Tarapacá

Momento do encontro entre as delegações de Tarapacá e Asturias

Os 11 membros foram recebidos pela mais alta autoridade asturiana, o presidente do Principado das Astúrias, Javier Fernández, no palácio do governo. Além disso, pelo Presidente da Junta do Governo das Astúrias, Pedro Sanjurjo, o Ministro da Indústria, Turismo e Comércio, e outras autoridades regionais.

“Para Astúrias, participar do Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC) da União Europeia para a cooperação entre regiões é uma oportunidade muito interessante para iniciar uma estratégia de colaboração interregional com a região chilena de Tarapacá, em áreas relacionadas à inovação e desenvolvimento sustentável.”, Diz Mauricio del Cueto.

Apesar de ter grandes diferenças com as Astúrias em alguns aspectos, “a região de Tarapacá também tem grandes semelhanças com a gente em muitos outros campos e interesses semelhantes. Portanto, a oportunidade de cooperar e trocar experiências com Tarapacá foi de grande interesse para as Astúrias desde o início e estamos convencidos de que através deste projeto podemos identificar e implementar ações concretas de colaboração entre empresas e instituições de ambas as regiões “, apontou del Cueto.

Entre os tópicos de interesse comum incluem-se energias renováveis não convencionais, mineração, a economia circular e a gestão de resíduos sólidos, indústria 4.0, biotecnologia e, em menor medida, agro-indústria e turismo, bem como a processo de descentralização que é vivido em Tarapacá e Chile neste momento e para o qual pode ajudar a conhecer o trabalho das instituições asturianas. Ambos os territórios compartilham uma cultura industrial muito relevante que foi ou é liderada pela matriz de mineração. A mineração foi nas Astúrias um setor de primeira ordem que perdeu relevância nas últimas décadas, mas que, no entanto, forjou a cultura industrial da área.

“Portanto, durante esta semana em que está ocorrendo a visita da delegação de Tarapacá, foi agendada uma agenda de reuniões e visitas de tipo institucional e empresarial para analisar as políticas públicas e conhecer as experiências de interesse da tecnologia, a inovação e sustentabilidade em áreas de importância econômica e estratégica, a fim de abrir as portas para incentivar laços comerciais, produtivos e culturais “, concluiu o representante da delegação espanhola.

Este é o segundo de cinco intercâmbios entre cidades e regiões chilenas com parceiras europeias que acontecerão nos próximos meses. Na semana passada (24-28 de março), uma delegação de Berlim-Neukoelln (Alemanha) visitou San Pedro de la Paz no Bio Bío. Além disso, em breve a região Bio Bio será “geminada” com o País Basco na Espanha, O’Higgins com a Assembleia Regional Norte e Ocidental da Irlanda; e Chiguayante com Kavala, na Grécia.

No âmbito do programa, haverá uma visita da cidade ou região chilena à Europa e uma visita das delegações europeias ao Chile. 

Sobre o IUC-LAC (América Latina e o Caribe)

O Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC) da União Europeia tem um orçamento de mais de 5 milhões de euros e três anos de duração, e foram escolhidas 20 cidades da Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, México e Peru para colaborações com suas contrapartes europeias.

Para qualquer pergunta ou para falar com o representante do programa do IUC na América Latina, por favor contate:

Patricia Luna
patricialunat@gmail.com
+56 98257 5693

 

Return to top of page