Skip links

Delegação de Tarapacá completa visita a Astúrias para intercâmbio de melhores práticas e alcance de territórios mais sustentáveis

Uma delegação regional de Tarapacá, liderada pelo prefeito Miguel Ángel Quezada, encerrou sua visita à região das Astúrias, na Espanha, na sexta-feira, com a qual compartilha um passado industrial e de mineração, para aprender mais sobre projetos de energia renovável, tecnologia industrial 4.0, gestão de recursos sólidos e outras iniciativas voltadas para o intercâmbio de melhores práticas e a obtenção de territórios mais sustentáveis.

Uma delegação regional de Tarapacá, formada por 11 pessoas e chefiada pelo prefeito Miguel Ángel Quezada, encerrou, na sexta-feira, sua visita à região das Astúrias, no norte da Espanha, como parte do Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC) da União Europeia, cujo objetivo é apoiar as cidades e regiões a compartilhar soluções sobre o desenvolvimento urbano sustentável.

A visita de cinco dias (de 1 a 5 de abril) foi destinada à delegação chilena para conhecer em primeira mão as melhores práticas das Astúrias e envolveu visitas a instituições asturianas e empresas de referência na região em áreas de energia renovável, integração de processos produtivos 4.0 na indústria e transformação digital, novos materiais mais sustentáveis, gestão renovável de recursos sólidos e inovação bio-sanitária.

A delegação chilena foi recebida pelo Presidente do Principado das Astúrias, Javier Fernández Fernández

A delegação chilena foi integrada, além do prefeito Quezada, por Luz Ebensperger Orrego, senadora da República por Tarapacá, César Villanueva, diretor regional de Corfo, Vladimir Sciaraffia, presidente do conselho de administração de Zofri, Rubén Berríos, presidente do Conselho Regional, os Conselheiros Regionais Alberto Martínez e José Miguel Carvajal, Ximena Cancino, Secretária Regional de Energia (SEREMI), Daniela Solari, Chefe de Divisão e Planejamento do Governo Regional, Tsuong Tsai, empresário da Zona Franca Iquique e Lorena Lagos, Chefe de Comunicações do Governo Regional de Tarapacá.

Os 11 membros foram recebidos pela mais alta autoridade asturiana, o Presidente do Principado das Astúrias, Javier Fernández, no Palácio do Governo, o presidente do Conselho de Administração das Astúrias, Pedro Sanjurjo, Ministro da Indústria, Turismo e Comércio e outros autoridades regionais.

“Queremos agradecer ao Principado das Astúrias por toda a atenção e por abrir as portas ao seu processo de desenvolvimento de negócios. Levamos muitas tarefas à frente, juntamente com o Conselho Regional, o senador e a equipe do governo, para poder transmitir ao nosso povo todo o valor que adquirimos com essa missão “, disse Quezada. “Estamos muito animados que este acordo nos permitirá desenvolver linhas de trabalho e ações correspondentes para projetos conjuntos, que queremos transmitir estas questões para o setor empresarial e esperar que a delegação das Astúrias em junho, para mostrar o nosso potencial e para nos ajudar a desenvolvê-lo “, disse o prefeito.

“Para Astúrias participar do Programa de Cooperação Internacional Urban (IUC) da União Europeia para a cooperação entre as regiões é muito interessante para iniciar uma estratégia de cooperação inter-regional com a região chilena de Tarapaca em áreas oportunidades relacionadas com a inovação e desenvolvimento sustentável “Disse Mauricio del Cueto, do Instituto de Desenvolvimento Econômico do Principado das Astúrias.

Apesar de ter grandes diferenças com as Astúrias em alguns aspectos, “Tarapacá também apresenta grandes semelhanças com a gente em muitos outros campos e interesses semelhantes. Portanto, a oportunidade de cooperar e trocar experiências com Tarapacá foi de grande interesse para Astúrias desde o início e estão convencidos de que através deste projecto, podemos identificar e implementar ações concretas de colaboração entre empresas e instituições de ambas as regiões ” observa del Cueto.

Entre os tópicos de interesse comum incluem-se energias renováveis ​​não convencionais, mineração, economia circular e gestão de resíduos sólidos, indústria 4.0, biotecnologia e, em menor medida, agroindústria e turismo, etc. o processo de descentralização que é vivido em Tarapacá e Chile neste momento e para o qual pode ajudar a conhecer as instituições asturianas. Ambos os territórios compartilham uma cultura industrial muito relevante que foi ou é liderada pela matriz de mineração. A mineração foi nas Astúrias um setor de primeira ordem que perdeu relevância nas últimas décadas, mas que, no entanto, forjou a cultura industrial da área.

“Portanto, durante esta semana que a visita da delegação de Tarapacá está sendo realizada, uma agenda de reuniões e visitas foi agendada, tanto institucional quanto de negócios, para analisar políticas públicas e aprender sobre experiências de interesse da tecnologia, inovação e sustentabilidade em áreas de importância econômica e estratégica, a fim de abrir portas para incentivar laços comerciais, produtivos e culturais “, conclui del Cueto.

Este é o segundo de cinco intercâmbios entre cidades e regiões chilenas com contrapartes europeias que acontecerão nos próximos meses. Na semana passada (24-28 de março), uma delegação de Berlim-Neukoelln (Alemanha) visitou San Pedro de la Paz no Bio Bío. Além disso, em breve a região Bio Bio será “geminada” com o País Basco na Espanha, O’Higgins com a Assembléia Regional Norte e Ocidental da Irlanda; e Chiguayante com Kavala, na Grécia.

No âmbito do programa, haverá uma visita da cidade ou região chilena à Europa e uma visita das delegações européias ao Chile.

 

Sobre o IUC-LAC (América Latina e Caribe)

O Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC) da União Europeia tem um orçamento de mais de 5 milhões de euros e três anos de duração e foi escolhido 20 cidades e regiões da Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, México e Peru para colaborações com suas contrapartes europeias.

 

Mais fotos da visita:

Return to top of page