Skip links

Araripina e Santo Tirso avançam na cooperação internacional para a implementação de um Museu de Escultura a céu aberto na região pernambucana

Os municípios de Araripina (Pernambuco)e Santo Tirso (Portugal) voltaram a se reunir em virtude do programa de Cooperação Internacional Urbana (IUC-LAC), dando sequência ao Plano de Ação entre as regiões, que incluiu a implementação de um Museu de Escultura a céu aberto na cidade pernambucana.

                                  

Vista das plantas onde será implantado o museu de esculturas ao ar livre na cidade Araripina, Pernambuco

 

A convite do prefeito José Raimundo Pimentel, de Araripina, os portugueses Álvaro Moreira, diretor do Museu Internacional de Escultura Contemporânea e chefe do departamento de Museus e Patrimônios da prefeitura de SantoTirso; e Samuel Silva, artista e professor da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto – Portugal, estiveram  no município pernambucano para dar sequência ao plano de ação entre as regiões que faz parte do Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC), da União Europeia (UE). A iniciativa tem por objetivo promover o desenvolvimento sustentável e a conservação ambiental em ambos os lados do Atlântico.

Nessa visita, os representantes formalizaram o intercâmbio para a implantação de um museu ao ar livre, no interior do Parque Waldomiro Lacerda. Além disso, os portugueses puderam conhecer um pouco mais da história de Araripina, seu patrimônio histórico e trabalhos que estão sendo realizados no município em prol do turismo e do desenvolvimento de pequenas empresas, assim como o incentivo aos artesãos locais.

O Museu Internacional de Escultura Contemporânea de Santo Tirso é, hoje, uma referência no panorama artístico internacional e, a presença de seu diretor, foi primordial para dar as diretrizes do projeto.

 

 

Como parte da agenda do segundo encontro ocorreram visitas ao Senhor da Verônica; ao Casarão antigos do Distrito do Morais em Araripina; à uma área de vegetação preservada de Caatinga; visitas em construções antigas do município; mineração e Calcinação de Gipsita; visita ao Parque Urbano Waldomiro Lacerda e por fim, visita ao Geopark do Araripe no estado do Ceará, locais que fazem parte da história e do desenvolvimento econômico e social do. E ainda aconteceu um fórum de discussão com artesões locais para troca de experiência.

                         

              

                      Representantes de Portugal em visita a mineração e calcinação de gipsita

 

Outras atividades incluíram uma visita à escola Municipal Luzanira Ramos, que contou com uma aula bem animada. Os alunos fizeram uma atividade que vai entrar para a história de Araripina! Sob orientação da comitiva da cidade de Santo Tirso que estava na cidade através do IUC-LAC, da União Européia, os alunos desenharam um monumento que vai representar a união das duas cidades e será construído no Parque Waldimiro Lacerda pelos artistas de Araripina.

 

Representantes de ambas as delegações ao lado da aluna vencedora, Tainá Mirele, cuja criação será representada

Mais de 50 alunos criaram e deram suas sugestões, uma mais linda que a outra! E a vencedora foi à aluna Tainá Mirele do 9º ano. A aluna terá seu desenho eternizado na história de Araripina. Além desta atividade, também concretizou-se capacitação continuada com os artesãos, a fim de conhecer mais sobre a cultura e arte de Araripina.

Além disso, os representantes portugueses participaram da VI Reunião do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente – Condema. Os conselheiros assistiram a uma palestra ministrada por Álvaro Brito Moreira, diretor do Museu de Arte Contemporânea de Santo Tirso – Portugal, e Samuel Silca, artista e professor da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Ali, apresentaram também a escultura que será implantada no parque Waldimiro Lacerda.

Ao final da reunião, o prefeito Raimundo Pimentel visitou, junto com a comitiva e os conselheiros, o parque ecológico, passando pelo viveiro de mudas e a trilha, identificando o local onde será implantada a escultura feita pelo artista português Samuel Silva.

          

Prefeito de Araripina e Representantes de Portugal plantam árvores nativas na área do Parque Urbano

Os portugueses também participaram de palestras no Projeto LIDER-Liderança para o Desenvolvimento Regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE.

Encontro com os integrantes do Projeto Líder do Sertão do Araripe

Na sexta-feira, 26 de julho, encerrando a programação, os representantes se reuniram para a apresentação das conclusões da semana de trabalho e da proposta de implementação futura do museu a céu aberto. Em seguida, foi realizada uma visita ao Geopark do Araripe, que esta localizado na cidade do Crato, no estado vizinho do Ceará, onde foi apresentando todo o processo de formação geológica da região da Chapada do Araripe e realizadas visitas em geossítios da região do Cariri.

Visita ao Geopark e Geossítios na Região do Cariri Cearense

_______________________________________

Sobre IUC

O Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC) tem como objetivo apoiar diferentes regiões do mundo para conectar e compartilhar soluções para problemas comuns em relação ao desenvolvimento urbano sustentável e da luta contra as Mudanças Climáticas. A iniciativa comunitária está baseada em três áreas principais: a cooperação entre cidades que proporcionará uma plataforma para o intercâmbio de conhecimentos e melhores práticas em desenvolvimento urbano; o estabelecimento de uma aliança global de prefeitos para o Clima e a Energia; e, para a América Latina, um programa de intercâmbio entre regiões para estimular o desenvolvimento econômico por meio inovação, competitividade e especialização inteligente.

Sobre IUC-LAC (América Latina e Caribe)

Para a região da América Latina e Caribe, o IUC-LAC, o programa, com três anos de duração, tem previsto um orçamento de aproximadamente 5 milhões de euros e prevê a participação de 20 cidades da Argentina, Brasil, Colômbia, Chile e Peru, para colaborações com seus homólogos europeus. O Pacto Global dos Prefeitos para o Clima e Energia será estabelecido em 20 países da região.

Return to top of page